Blade Runner – 5 Blu-ray Edition

3 10 2008

Capa do EncarteEu me lembrei do Blade Runner ouvindo o NerdCast 108 sobre ele. É um filme de 1982 dirigido por Ridley Scott, baseado no romance Do Androids Dream of Electric Sheep? com Harrison Ford, Rudger Hauer e Daryl Hannah.

A história se passa em uma Los Angeles de 2019 onde seres criados geneticamente são usados para vários tipos de trabalho em colônias humanas fora da terra. A Daryl Hannar por exemplo é um modelo usado com fins “lascivos e/ou militares”. Esses seres são chamados de replicantes. Alguns se rebelam e voltam par a Terra. O Harrison Ford faz um blade runner, um policial especializado em caçar esses replicantes fujitivos.

Na época de lançamento ele não foi muito bem de bilheteria nos EUA, mas no final acabou tornando-se um cult. As polêmicas não ficaram só entre os críticos, para se ter uma idéia existem segundo a wikipedia 7 versões para esse filme. Muito se comentou sobre a “censura” dos executivos do estúdio e dos cortes e alterações feitos. Por falar em wikipedia o artigo sobre o filme é muito bom. Em 1992 saiu uma versão do diretor e em 2007 uma chamada Final Cut em homenagem aos 25 anos. Essa versão sendo editada pelo Ridley Scott.

Definitivamente um filme para sua Videoteca, eu ainda não tinha, então fui procurar. Eu quase comprei na Saraiva o DVD triplo por R$ 59,90, mas resolvi antes dar uma olhada na Amazon. Encontrei uma edição com 5 discos Blu-ray por US$24,95 com frete de US$ 7,93, um total de US$ 32,93; cerca de R$ 60,00 dependendo da cotação. Vale a pena, ainda mais se você pensar que Blu-rays nacionais estão na faixa de R$ 100,00 e que importados custam mais ainda. Eu vi o Beowulf na Fnac por R$ 189,90!

Comprei dia 02/09 e fiquei esperando com previsão para 07/10. Chegou hoje, 03/10. Com um selo de um correio Suiço… !?! O disc-set inclui: as quatro versões oficias incluindo a versão de 2007 e uma rara versão prévia a 1982 remasterizadas em 1080p. Audio só em Inglês E legendas em português apenas para a Final Cut.

Além dos 5 discos está incluso um encarte com algumas fotos e o conteúdo dos discos. Fiquei maravilhado, eu tinha comprado a poucos dias um box com 3 DVDs do Mad Max… 3 DVDs “vírgula” porque são apenas dois com um “dupla face”. Uma coisa horrível, me arrependi porque vou ter que acabar procurando uma versão como essa do Blade Runner.

É por essas que eu acho que a media física não vai acabar. Tá certo que é legal tem uma coleção organizada disponível na ponta dos dedos, ter os discos e o encarte na mão é mais agradável… to ficando velho.

De qualquer maneira, tá aqui, o set do Flickr com o unboxing.

Anúncios




Visual VoiceMail no iPhone 2G da Claro

30 09 2008

Um dos recursos mais úteis do iPhone e que não estava disponível para os modelos desbloqueados é o Visual Voice Mail (VVM).

Para quem não sabe, o VVM substitui com vantagens a caixa postal da operadora. Com ele quando você acessa a caixa postal, ao invés de uma mensagem de voz dizendo: “Você tem X mensagens.” Você terá uma lista com as novas mensagens armazenadas na caixa postal. Com o auxílio da identificação de chamadas + a lista de contatos na lista vai aparecer os nomes das pessoas que deixaram recados. Para ouvir basta clicar sobre a mensagem que você deseja e pronto. Nada de ficar ouvindo uma a uma até chegar em alguma mensagem importante.

Essa funcionalidade depende da operadora. E como não havia iPhones oficialmente no Brasil, não estava diponível, mas agora está.

Assim que o 3G saiu eu fiquei pensando se estaria disponível para usuários dos modelos desbloqueados. Quando eu li que a Claro iria oferecer “serviços” aos modelos antigos, resolvi pesquisar. Consegui ativar o serviço no telefone de dois amigos. A única coisa que você precisa é paciência e um plano pós-pago.

Primeiro sobre o plano. No mesmo telefonema eu consegui que o serviço fosse ativado para uma linha no plano pós-pago mas não para outra linha no chamado plano Super Controle (que é uma mistura entre pré e pós). Não sei porque eles não ativam para esse plano…

Agora sobre a paciência. Você vai ter que ligar no atendimento da Claro (1052 do celular) e pedir a ativação. O problema é que é muito provável que a atendente não faça a mínima idéia do que seja isso. O modelo é novo e o único até agora que possui essa funcionalidade. Prepare-se para gastar uma meia hora com tentativas. Para a primeira ativação foram uma ligação de 15 min, outra de 12, outra de 3min e uma de 19 minutos na qual a atendente ficou de me retornar depois de verificar com a área técnica. Foi essa mesma atendente que retornou e ativou o serviço.

Dos meus telefones eu tirei algumas dicas, o que facilitou bastante a ativação em outra linha.

Quando você ligar, no menu de opções, use o número referente a suporte técnico e depois o número referente ao auxílio para configuração de smartphones/blackberry/internet.

Explique que você gostaria de ativar o serviço Visual Voice Mail para o iPhone. Essa parte é a mais difícil: fazer com que a pessoa entenda o que é o VVM. As vezes é mais fácil incluir também o que ele não é, por exemplo, você NÃO quer acessar sua caixa postal, isso você consegue. Explique que é um recurso do iPhone, etc.

No meu caso a pessoa perguntou: Você comprou o aparelho com a gente ou é um modelo desbloqueado. Não ivente, porque se você comprou o modelo 3G com eles, o aparelho já está com a função ativa. Diga que você comprou o modelo desbloqueado e que ele está funcionando normalmente, que inclusive ele mostra os menus específicos de serviços da Claro.

A pessoa que me atendeu me disse: eu achei a configuração do serviço aqui, mas não posso habilitar para o senhor pois o sistema não permite. Eu respondi que acabei de usar o serviço no telefone de um amigo que é exatamente como o meu caso, inclusive no mesmo plano. A atendente então me pediu um número de telefone dizendo que entraria em contato mais tarde depois de consultar a área técnica da Claro sobre essa questão.

Eu agradeci e pensei, lá vou eu ter que ligar novamente daqui a pouco. Mas dentro de uma hora ela retornou a ligação e me disse que poderia ativar o serviço para a linha no plano pós, mas não para o plano controle. Confirmei alguns dados e ela disse que entre 15 min à 4 hrs o sistema estaria configurado.

Depois de quinze minutos o botão do VoiceMail no iPhone já direcionava para o sistema, mas eu não conseguia salvar as configurações. Tentei novamente depois de alguns minutos e já estava funcionando.

Outro dia liguei e como já estava macaco velho ativei mais facilmente para outro colega. Ambos os telefones estavam com o sistema 2.1.

Que eu saiba só a Claro tem o serviço de VVM implantado, a Vivo ainda não ativou. Mas se você souber de alguma coisa me avisa.





Gêneros no iTunes 8

24 09 2008

Segue uma lista de recursos para gerenciar os Gêneros e seus ícones no iTunes 8.

  1. Como editar a lista de gêneros. Dependo do idioma o arquivo não vai ser o English, mas o pt.
  2. De-Genre, um script para inserir gêneros diferentes para um único.
  3. i-Genre: um aplicativos para você trocar os ícones de gênero do iTunes e que permite voltar aos ícones padrão.
  4. Um álbum do flickr só com ícones para serem usados como gêneros no itunes. Tem muita coisa legal e muito lixo também.




iGolf – iPhone com jeito de Wii

18 09 2008

Um novo jogo de Golf para o iPhone em que você “suinga” o aparelho para lançar a bola. O único perigo é você arremessar o iPhone para longe. Tem um video aqui do techcrunch.

Aproveite enquanto é grátis: Link da App Store.





Usando o iPhone como Modem

15 09 2008

Não só o iPhone, mas grande parte dos telefones celulares atuais poderia ser usado como um modem. Você conecta ele ao seu computador/notebook e tem acesso a internet. Se você tem um iPhone 3G com um plano de dados ilimitado é uma grande mão na roda.

Para o iPhone eu conheço duas opções de programas de tethering (este é o termo utilizado para usar o celular como um modem para a internet). Uma via App Store e outro via Cydia.

O problema com as aplicações de tethering é que elas são odiadas pelas companhia telefônicas. Não entanda mal, mas são os negócios. Usando seu celular como modem, você tende a gastar mais banda de internet que apenas usando a internet do seu celular. Se você paga pelo plano em MBs consumidos, tudo bem, mas se você tem um plano ilimitado vai gastar “mais do que deveria”.

Por isso, a aplicação de thetering que estava disponível na App Store foi removida. Desde que foi lançada, a NetShare, foi e voltou da App Store algumas vezes. Não existe uma explicação oficial porque ela foi removida, mas as apostas são que a AT&T é a culpada.

A outra opção está disponível via Cydia. Chama-se iPhoneModem. Para usá-la você precisa ter um iPhone destravado (jailbreak) e com o Cydia. O site traz o guia de uso e instalação.





Coverta seus videos para iPhone – youtube, myvideo, google, veoh

9 09 2008

Existem vários serviços e programas para converter videos do youTube e outros serviços. Mas neste você tem um variedade de opções. Você coloca a URL (pode ser da página que contém o video ou do próprio video), escolhe o formato e aí começa o melhor: você pode escolher formato (4:3, 16:9), audio e video bit-rate. Dê uma olhada:

Você deve ter notado o único porém: a interface está em alemão, mas dá muito bem para usar interpretando as coisas. E claro o serviço é este: FILSH.net





Recortar e Colar Arquivos no OS X

3 09 2008

Pra quem vem do Windows, uma das primeiras coisas que você vai sentir falta é da capacidade de recortar e colar arquivos através do CMD+X / CMD+V. Enquanto copiar e colar funciona sem problemas no OS X, você não consegue usar o recurso recortar para arquivos. Faz um bom tempo que eu uso o OS X e ainda hoje sinto falta disso.

A solução é arrastar o arquivo de uma janela do Finder para outra. Não é exatamente a mesma coisa, ou como disse um presidente uma vez: “Não é o ideal, mas é o possível.” Para isso, faça o seguinte:

  1. Encontre o arquivo que você quer mover.
  2. Selecione Arquivo > Nova janela do Finder, ou use o atalho CMD+N para abir uma nova janela.
  3. Nessa nova janela encontra a pasta de destino.
  4. Clique e comece a arrastar o arquivo da janela de origem para a janela de destino, com o botão do mouse ainda pressionado, pressione também o CMD (command).
  5. Solte o botão do mouse quando o arquivo estiver na janela de destino.

Algumas outras dicas. Quando você está arrastando um arquivo entre pastas da mesma partição o comportamento padrão do Finder é mover este arquivo. Se ao invés de mover você quiser copiar, pressione option antes de soltar o botão do mouse. Você vai notar um ícone com o + aparecendo.

Outro caso é quando você arrasta um arquivo entre partições diferentes. Nesse caso o comportamento padrão é copiar o arquivo. Para movê-lo, use a dica do CMD.

Para criar um “atalho” (soft link) use a combinação CMD+ALT enquanto estiver arrastando o arquivo.

Algumas considerações. Eu não sei porque a Apple não implementa o o Recortar e Colar para arquivos. Se você procurar nos fóruns vai encontrar muitos Fanboys dizendo que fazer isso é perigoso pois se você esquecer de colar vai perder o arquivo, ou que para arquivos grandes isso vai lotar a memória.

Eu realmente não sei se isso é verdade, se existe um impecilho técnico ou é mania do Jobs que diz: Não quero isso e pronto! (Gostam de dizer por aí que ele tem dessas coisas.) Quanto a questão do perder o arquivo, eu acho que seria mais simples ao invés de recortar todo o arquivo simplesmente dizer ao sistema: “Olhe, é esse o arquivo que eu vou querer mover.” Se eu pressionasse o CMD+V em outra janela o Finder então moveria o arquivo. Se eu esquecesse do CMD+X ou se eu substitui-se a área de transferência por outra coisa, o sistema deixaria o arquivo no mesmo lugar e apagaria apenas a referência a ele.